20 de set de 2009

Objetivos da mediação de conflitos


A mediação é um processo que, através da ajuda de uma pessoa neutra e imparcial (o mediador), ajuda as pessoas a dialogarem e a cooperarem para resolver um problema. Nesse sentido, a mediação é mais do que um método para solucionar os conflitos; também é uma forma de impedir conflitos no futuro, pois já cria um clima de cooperação entre as pessoas. Ao todo, podemos dizer que a mediação de conflitos tem quatro principais objetivos: a solução de conflitos, a prevenção de conflitos, a inclusão social e a paz social.
Temos na mediação um bom exemplo de resposta colaborativa. Já uma resposta acomodativa acontece quando não conseguimos explicar o nosso ponto de vista, e aceitamos o ponto de vista do outro. Uma resposta competitiva seria quando nós temos claro o nosso ponto de vista, mas não o do outro. Nestas duas lógicas (acomodativa e competitiva), alguém sai ganhando e alguém sai perdendo. No caso da resposta evitativa, ninguém consegue explicar o que quer, muito menos resolver o problema. Portanto, é uma lógica “perde-perde”.
O mediador tem papel fundamental no processo de mediação, pois ele é quem atua como o interlocutor das partes que querem resolver os seus conflitos. A pessoa que procura mediar conflitos tem que ter alguns requisitos tais como: ter respeito pela comunidade em que vai agir; deve conhecer bem essa comunidade; ser uma pessoa responsável, e procurar formação permanente, estudando e pesquisando, sempre que necessário, a respeito de novas informações. Só assim poderá aperfeiçoar a sua prática.
Para finalizar, o que é um mediador, então? O mediador é uma pessoa comum, que se dispõe ajudar as pessoas envolvidas em conflito a dialogar. Ela vai ajudar estas pessoas a procurarem uma solução para o conflito que estão enfrentando, de forma cooperativa e pacífica.
Transcrição do curso Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (http://cursos.educacaoadistancia.org.br/).

Nenhum comentário:

Postar um comentário